Retina
Fique atento
as novidades do mercado
Confira as últimas notícias e tendências
5 erros comuns ao criar o primeiro site que você deve evitar
Programação

5 erros comuns ao criar o primeiro site que você deve evitar

Atualmente, praticamente todas as estratégias online requerem um site bem construído, já que muitas vezes ele é o local onde a venda é realizada. Por isso, ter uma presença sólida na internet é fundamental para não ser apenas mais um na multidão.

No fim das contas, porém, a qualidade do atendimento no site é o que diferencia as empresas. Afinal, ter uma página online não significa ser encontrado pelos clientes e, muito menos, que eles terão uma boa experiência.

Para ajudá-lo na missão de criar um site à altura do seu negócio, relacionamos a seguir uma série de erros comuns que você deve evitar nessa hora. Confira!

1. Não ter um domínio próprio

Ter um domínio próprio (como www.lojadojoao.com.br, por exemplo) é fundamental para facilitar a memorização da marca, bem como se apresentar de forma profissional ao mercado. Deixar isso de lado pode ter sérias consequências na hora de conseguir posicionar o site nos mecanismos de busca.

A compra de um domínio próprio, bem como a sua renovação, custa barato. Ou seja, é um investimento que vale muito a pena até mesmo para zelar pela imagem da organização.

2. Não oferecer uma versão responsiva

O design responsivo permite oferecer a mesma qualidade de navegação em diferentes dispositivos (desktop, notebook, tablet ou smartphone). Como grande parte dos acessos hoje em dia é feita usando dispositivos móveis, é essencial ter um site que ofereça uma versão responsiva.

Esse é mais um exemplo de algo que não custa caro, mas que faz toda a diferença na experiência do cliente. Se ele não se sentir confortável ao navegar no site da sua organização, há grandes chances de que vá buscar isso nos concorrentes.

3. Não se importar com layouts e conteúdos

Layout e conteúdo, seja em vídeo seja em texto, precisam estar interligados com a proposta da companhia e com o desejo do público-alvo. Imagine, por exemplo, uma loja física completamente bagunçada, com um visual poluído e onde você tem grande dificuldade para encontrar os produtos.

Um site desorganizado causa a mesma sensação de desconforto, fazendo que o visitante saia rapidamente dali, não conheça o trabalho da marca e deixe de entrar em contato ou fazer uma compra.

4. Não pensar na captura de e-mails

A call to action (CTA) é muito importante para uma estratégia online. Ela consiste basicamente em chamar o cliente para a ação, oferecendo algo para, por exemplo, capturar seu e-mail.

Presentear com um e-book, uma newsletter ou o acesso a conteúdos exclusivos são algumas formas comuns de usar essa técnica. Os e-mails obtidos servem para montar uma base de dados que permita, entre outras coisas, construir uma estratégia sólida de e-mail marketing.

5. Não se preocupar com a qualidade dos textos

Quando uma marca cria um site, deve priorizar a qualidade do conteúdo oferecido. Como é cada vez mais comum que as pessoas busquem informações na internet, usar sua expertise na criação de textos é uma excelente forma de se mostrar para esse público.

Para cumprir bem essa tarefa, é importante usar uma linguagem clara, ter os devidos cuidados com a gramática e ser o mais objetivo possível — afinal, as pessoas querem identificar rapidamente a informação que procuram.

Achou este texto bacana? Que tal receber outros, tão legais quanto ele? É simples e gratuito: basta assinar a nossa newsletter!

Fique por dentro de todas as novidades do mercado.

Cadastre-se e receba nossa newsletter!
Fique por dentro das
nossas redes sociais
Linkedin Retina WEB Instagram Retina WEB

Inove sua maneira de comunicar
e fortaleça suas vendas